Quinta-feira, 1 de Março de 2007

Goldra

 

Este espaço onde regularmente publicamos os Contos da Goldra ficou hoje de luto, porque o leito que a nomeia foi mais uma vez conspurcado pela mão nefasta de indústrias poluidoras, Como senão bastassem as viagens de pneumáticos e o colorido dos tingimentos, agora resolveram adorná.la com uma espuma criminosa  que a vai sufocando lentamente, Trata.se dum crime ambiental recorrente, que não tem merecido por parte dos poderes públicos a devida atenção, Não há muito mais para dizer, nem há desculpas para crimes destes (Que se cumpra a lei)

 *Imagem retirada do jornal diário xxi

 

 

 

tags:
publicado por Carpinteira às 20:12
link do post | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Mudança provisória

. Poema de aniversário

. Medo

. Urbe eclesiástica

. Desencontros

. Avaliação de desempenho

. Guernica 26 de Abril de 1...

. Dia do livro

. Regresso

. A bicicleta

.arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds